Acho que Gregor Samsa é a coisa que tenho mais gostado de ouvir, e foi ouvindo que decidi dar uma passeio pelos textos, poeminhas e escritos antiguinhos, isso resultou em um forte sentimento de traição, mas seria mentira se eu dissesse que sinto culpa, acho que eu costumo sentir muita culpa por conveniência, mas até que melhorei com isso. Mas o fato é que foi maravilhoso e os meus dedos quase se mecheram sozinhos, seja pra fazer remendos seja pra excluir. Não tenho problemas em excluir, mas sim em fazer remendos e um tipo especial de remendos: os feitos depois de muito tempo.

Eu não sei se me reconheço sempre que leio uma coisa que escrevi há tempos, esse questionamento surgiu enquanto lia, algumas vezes eu não me reconheci. Estou bastante confusa com essa questão de se reconhecer…por exemplo quando penso em mim criança, eu me sinto como alguém que foi criança, é a Ju, ela, quando era criança e não eu…Mas é verdade que são várias pessoas, né?

As vezes começo as coisas e não sinto vontade nenhuma de terminar, como aconteceu agora (haha).

São apenas coisas escritas(são pedaços de pedaços), talvez não tenham sentido, que eu vou mostrar porque consegui independencia delas e até gosto:

a verdade é que ninguém nunca lê
a alma não lê;

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Deixe de ser eu pra entrar em mim.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Eu vejo nas nuvens
seios belos e alvos
de uma donzela desconhecida.
O esplendor que salta da nuvem
e atinge meu corpo
faz de minh’alma puro joguete do desejo.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

…Gosto de rolar como um abacate que cai no chão…
gosto de morder, gritar, emitir sons…Gosto dessa minha efusidade irritante
Eu quero sentar na calçada tagarelar e sorrir como quem é feliz, com as pernas soltas falando asneiras, e me sentindo um chuveiro que fala e é retardado…

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

A comida estava passando fome
e pra matá-la:
me comeu!

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~